PC/SP abre 577 vagas para ingresso em todas as carreiras

Concursos em vista, guerreiros e guerreiras.

A Polícia Civil de São Paulo deu mais um passo para a realização de sua próxima série de concursos públicos. O órgão iniciou na última quarta-feira, dia 16, o processo de promoção para treze carreiras policiais que compões os quadros da polícia judiciária e da Superintendência da Polícia Técnico Científica. As evoluções acontecem por antiguidade e merecimento possibilitando mudanças de nível da 3ª classe para a 2ª, da 2ª para a 1ª e da 1ª para a classe especial. Com as promoções, serão abertas 577 vagas para a 3ª classe, categoria na qual ingressam os servidores após a posse.

Enquanto realiza esta etapa, a instituição aguarda pela autorização do governador Geraldo Alckmin para a contração de 3.176 novos policiais, número que será dividido entre o aproveitamento de remanescentes e a realização de novos concursos. Apesar de ainda não autorizadas, as novas contratações já constam no projeto de lei orçamentária para 2016.

Entre as carreiras como novo concurso garantido estão agente de telecomunicações, agente policial, papiloscopista e auxiliar de papiloscopista, que não contam mais com aprovados ou, em outros casos, já estão com validade próxima do fim.

Do total de vagas, 851 são para cargos de nível médio distribuídas entre as carreiras de atendente de necrotério, auxiliar de necropsia, papiloscopista, desenhista, fotógrafo técnico pericial, agente policial, auxiliar de papiloscopista e agente de telecomunicações. Para nível superior são 2.325 oportunidades, divididas entre perito, médico legista, investigador, escrivão e delegado.

As novas seleções já estão nos planos do órgão desde o ano passado, devido ao grande número de aposentadorias previstas para os próximos anos, decorrentes da Lei Complementar 144. O texto, sancionado pela presidente Dilma Rousseff em maio de 2014, reduz de 70 para 65 anos a aposentadoria compulsória para o serviço policial.

Os próximos concursos contarão com duas mudanças em relação às últimas seleções do órgão. A primeira está na
escolaridade mínima, que passa a ser de nível médio completo. A alteração é decorrente da Lei Complementar 1.249/2014, que passou de nível fundamental para médio as carreiras de atendente de necrotério, auxiliar de papiloscopista e agente policial. Além da mudança na escolaridade os novos concursos passarão a contar também com alterações no conteúdo programático, previstas pelo Decreto 60.449, que regulamenta os concursos no Estado de São Paulo. Com a nova legislação tornou-se obrigatória a avaliação de conhecimentos nas áreas de interpretação de texto, noções de Informática e noções de Administração Pública. Esta última passa a ser a grande novidade, tendo em vista que as duas primeiras já costumam estar inclusas nas seleções do órgão.

Fonte: Folha Dirigida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s