Motivação

O fracasso não ocorre por acaso

Muitos textos que lemos por aí falam sobre o sucesso. Sobre as vitórias de grandes homens e mulheres da história. Isso é natural, afinal, as pessoas querem crer que o mundo é um lugar bom e justo, que nada de mal vai lhes acontecer e que todos os sonhos são tangíveis. Convenhamos, sonhar é necessário! O homem só pode criar aquilo que tenha imaginado algum dia.

No entanto, permitam-me retirá-los deste devaneio por um instante e dar lhes um pequeno choque de realidade. Antes de ter sucesso, é muito provável que você vá fracassar.

Sim! É uma verdade dura e cruel. Mas quase todos os homens e mulheres bem-sucedidos da história tem fracassos em sua biografia. Praticamente todo candidato aprovado em concurso, já foi reprovado em um ou mais momentos anteriores. E é por isso que hoje eu vim falar de fracassos.

Na minha vida, os meus grandes exemplos sempre foram pessoas persistentes. Mas eu não tinha parado analisar olhar para os insucessos delas. Não que a ideia de fracasso em si fosse relevante. Mas essas aparentes derrotas e obstáculos foram cruciais na guinada que essas pessoas deram em suas vidas. Foi então que pude ver o papel relevante deles para forjar a persistência que eu tanto admirava nesses homens e mulheres. Escolha o personagem que quiser e investigue. Ele fracassou!

Listei aqui alguns poucos com algumas histórias conhecidas, apenas para reforçar a minha ideia.

Todo mundo conhece a Disney, certo? Fundada em 1923 pelo grande sonhador Walt Disney é o segundo maior conglomerado de mídia e entretenimento do planeta e um fenômeno da TV e do cinema. Mas, o que nem todo mundo sabe é que, muito antes de o Mickey ser criado, Sr. Walt Disney foi demitido de seu trabalho em um jornal por sua “falta de imaginação e boas ideias“. Difícil imaginar isso nos dias de hoje, mas é um fato!

E por falar em animação e cinema. Todo mundo sabe que Steve Jobs foi o criador da Pixar. O que algumas pessoas não sabem, é que a história de como a Pixar foi criada começa com a demissão de Steve Jobs da companhia que ele próprio fundou, a Apple. Empresa está para a qual ele foi recontratado anos depois e revolucionou o mundo tecnológico em que vivemos.

Vocês também devem conhecer a série “Harry Potter”. Mas você sabia que a autora do livro, Joanne Rowling (ou J. K. Rowling), apresentou o primeiro livro da sequência, “Harry Potter e a Pedra Filosofal”, a oito editoras diferentes antes de conseguir publicá-lo. Mas, apesar deste obstáculo, obra conta hoje com mais de 120 milhões de cópias comercializadas.

Fábio Branda, juiz do TRT-2, foi reprovado em 43 concursos, antes de ser aprovado. Da pra imaginar? O famoso juiz William Douglas foi reprovado em 6 concursos antes de ser aprovado como juiz. Não o bastante, quebrou 12 empresas antes de obter sucesso como empreendedor e escritor. Em suas palestras, ele costuma dizer que “ o sucesso e o fracasso, nunca são pessoas. São situações”

São tantos fracassos…poderia citar inúmeros outros aqui, mas mataria vocês de tédio antes de chegar à metade rsrs.

O que importa é que, nas palavras do grande escritor Charles Dickens (autor da obra Oliver Twist):

“Cada fracasso ensina ao homem algo que ele precisava aprender”.

Então, se você fracassou, anime-se! Essa é a prova de que você está tentando.

Então, chore, grite, corra… faça seu ritual da superação, seja ele qual for. Curta 24 horas de “fossa”, prorrogáveis por mais 24. Contudo, ao vencer o prazo das 48 horas de auto piedade ( não deixe passar disso pra não virar drama), recobre o bom senso e firme esse toco!

Reveja sua estratégia, avalie seus erros (tanto nos estudos, quanto na prova), seja honesto e justo consigo mesmo. Responsabilize-se por aquilo que te prejudica, pela procrastinação, pelas horas nas redes sociais, pelas distrações, a ansiedade, a falta de autocontrole e de disciplina. Faça todas as reflexões que precisar fazer!

Quando tiver terminado de reajustar a rota e retomado o leme, sacuda essa poeira, levante a cabeça e, por favor, SIGA EM FRENTE! Rumo ao grupo dos vencedores, jamais para trás, em direção ao grupo dos derrotados.

E por favor, não se esqueça: É VOCÊ QUEM MANDA NESSA PORRA!

“Errei mais de 9.000 cestas e perdi quase 300 jogos. Em 26 diferentes finais de partidas fui encarregado de jogar a bola que venceria o jogo… e falhei. Eu tenho uma história repleta de falhas e fracassos em minha vida. E é exatamente por isso que sou um sucesso.” Michael Jordan.

Por Mari

Desafiando demônios: relato de uma futura Perita Criminal Federal

A gente passa a vida ouvindo a pessoas dizerem que “somos capazes de chegar onde queremos”, que “nós somos nossos maiores inimigos”. De certo modo, até entendemos o que isso quer dizer, mas a grande maioria não compreende a real extensão dessas verdades. Digo isso, por que eu fiz parte desta maioria.

FIZ! NÃO FAÇO MAIS!

Entenda: qualquer um pode correr uma maratona, ou fazer um triátlon. Qualquer um pode ganhar uma medalha de ouro nas olimpíadas, e digo mais, QUAL QUER UM PODE PASSAR NA PF. Juro, pergunte quem passou? Quantos deles eram os mais inteligentes? Vejam quantas histórias de superação estão por trás das vidas dos aprovados.


“Sabe por que você é seu maior inimigo? Por que você é o único que diz o que pode ou não fazer”


Bom! Sabemos que muitos queriam ter esses “títulos” na sua vida. Mas quantos realmente estão dispostos a pagar o preço? Quantos realmente vão abrir mão do bar, das festas com a turma, das baladas, dos jogos do timão? Quantos vão abrir mão das coisas para acordar cedo pra treinar ou estudar e passar horas, dias e até anos assim? Quantos deixam relacionamentos de lado, rompem laços e entram em conflito pra viver esse sonho? E, principalmente, quantos acreditam que são capazes e aceitam o desafio interno de vencer a si mesmos?

São poucos os que têm essa coragem, essa determinação!!!!

Sabe por que você é seu maior inimigo? Por que você é o único que diz o que pode ou não fazer. É o único que pode realmente transpor aquela barreira que você criou para si mesmo.

Verdade seja dita: Todos nós temos demônios internos, como medo, insegurança, ansiedade, derrota, falta de incentivo…, mas pra chegar lá, precisamos vencer a batalha contra nossa mente. Pra mim, essa prova de PCF (Perito Criminal Federal) representa meus grandes demônios. Treinar e estudar pra essa prova sempre foram coisas que não me considerava capaz. Mas sei que tenho que vencer essas etapas pra chegar onde quero, não tem atalho.


“Mas, sejamos francos! Não se pode esperar que algo extraordinário aconteça se você não fizer a sua parte”


Comecei a estudar há um bom tempo, mas passei muito tempo me enganando. Eu não estava realmente me testando, vencendo meus medos e derrubando as barreiras que eu mesma coloquei no caminho.
Mas, sejamos francos! Não se pode esperar que algo extraordinário aconteça se você não fizer a sua parte. Se você quer que chova, tem que deixar o campo arado para receber a água. Caso contrário, mesmo que a chuva venha, ela terá um terreno infértil para molhar. Então de nada vai adiantar.


“Acredite, você PODE chegar a qualquer lugar se pagar o preço da jornada”


Por isso, depois de muito me sabotar e dizer pra mim mesma “que não sou capaz”, “que não ia dar certo”, eu resolvi colocar atitude no lugar das minhas desculpas e começar a me desafiar, a enfrentar meus demônios. Foi então que eu comecei a arar e adubar a minha terra para receber a chuva.
Acredite, você PODE chegar a qualquer lugar se pagar o preço da jornada. Uma maratona começa com um passo. Cansa, dói, leva tempo e isso é frustrante, eu bem sei. Mas cada passo dado na direção da linha de chegada é um passo a mais perto do seu sonho. Todos os Km corrido, cada treino, barra, simulado, resumo, cada lei. Tudo é relevante! Tudo faz parte do processo e não dá pra encurtar a viagem.

Por enquanto, ainda não choveu por aqui. Mas, quando soarem os trovões e a notícia de chuva chegar à minha instância, a água vai encontrar a minha terra arada, adubada e preparada pra dar frutos.

E você, já se preparou para a chuva?

Fonte: http://maciodaro.blogspot.com.br/ o Blog da nossa futura Perita Criminal Federal Mari

Por Jonas Leite

Vc tem medo?

 

Olá… aqui é o Coach Fernando Odnanref

Vc tem medo?
Vc sabe o que é medo?
Quer saber como eliminar o medo?

Jovem, eu tenho 20 anos na PF, já passei por situações que me fizeram passar um filme na minha cabeça em frações de segundos.
Posso te dizer com toda certeza do mundo, a melhor coisa do mundo é ter medo. A pior coisa é não saber como controlá-lo!
Medo todos nós temos. A diferença é saber transformar isso numa coisa que te ajuda a chegar lá. Quer uma dica, um Bizu Federal para isso?

Medo é tão somente a não aceitação da incerteza.
Incerteza que te faz pensar no insucesso, na reprovação, na critica alheia ao seu suposto fracasso, que te faz pensar que você pode menos que realmente você pode.

A rigor, tudo no mundo é incerto e a única certeza é a morte. Duvido alguém ter a certeza, sequer, que estará vivo ao amanhecer! Assim, se você aceitar a incerteza (algo natural a tudo, menos à morte), seu medo se torna uma deliciosa aventura.

Vai por mim. Aceite a incerteza e curta sua caminhada.
Tudo será melhor, e o que seria um motivo de dor e sofrimento (os estudos), vira uma linda aventura, algo que te dará orgulho de contar daqui a alguns dias.

Assista esse vídeo no meu canal para ver se o que eu falei faz sentido.

OBRIGADO!
Porque você não é o que aconteceu com você. 

Você é quem escolheu se tornar!

Pense nisso!

Prof. Fernando Odnanref
Coach Alta Performance 
@agentefederalfernando

Fonte: http://maciodaro.blogspot.com.br (blog da Mari)

QUER VENCER EM CONCURSOS E NA VIDA? LEIA ESTE DEPOIMENTO

hqdefault

Olá, amigos e amigas, como estão?

Quem escreve é o Jonas, criador e editor deste blog. A postagem de hoje é diretamente para você que possui um sonho, mas não inicia sua conquista por fatores pessoais ou externos.

Antes, gostaria de registrar meus eternos agradecimentos ao Coach e colaborador deste blog Fernando Odnanref, sem os seus ensinamentos, hoje, não seria possível elaborar este texto. Vida longa, irmão!

Bem, sou o Jonas, 33 anos, analista de sistemas, pai, filho, amigo, batalhador, sonhador, enfim, um cara normal. Fiz este breve resumo, pois esse texto não é de autoajuda, tentarei, de forma simples e humilde, registrar os meus ganhos como ser-humano nos últimos tempos: são melhoras extraordinárias que só farão sentido completamente se eu as compartilhar com vocês. Não deixe, também, de indicar aos seus amigos: curta, compartilhe, marque… Afinal, o que é bom tem que ser repassado.


Cheguei ao meu limite emocional, a responsabilidade do trabalho, a falta de diálogo, a instabilidade financeira, o senso de vitimização, a solidão, a frustração e os erros do passado eram companheiros constantes em minha vida. Por mais que houvesse momentos felizes eu me sentia uma pessoa triste. Triste por não sentir prazer no meu trabalho; triste por achar a segunda-feira um péssimo dia mesmo antes de levantar da cama; triste por ser feliz apenas dois dias da semana (sábado e domingo); triste por culpar o passado pela minha situação presente; triste por ganhar razoavelmente bem e não conseguir poupar; triste por ter amigos, mas ao mesmo tempo me sentir sozinho; triste por saber que Deus estava cuidando de mim, mas não era capaz de agradecer corretamente; triste por não ser um filho presente e, ás vezes, um pai também; triste por não ser capaz de me doar a alguma causa pelo simples fato de não ter tempo; triste por impor metas, principalmente de estudos, e não conseguir cumpri-las e triste por desejar mudanças boas e nada acontecer.

Hoje eu enxergo tudo isso, mas há três meses todos esses sentimentos de tristeza eram resumidos em vitimização, ou seja, sentia-me vítima de tudo isso, algo que eu não podia mudar, pois estava longe do meu alcance. Culpava a empresa pela pressão psicológica, atribuía à situação atual do país a dificuldade de me desenvolver financeiramente, apegava-me a certos acontecimentos do passado para justificar fatos, ausências e julgar pessoas, enfim, culpava esses eventos e outros por não atingir minhas metas, principalmente as de estudos. Era uma sensação de impotência que eu acreditava estar predestinado a viver, a conviver e a aceitar.

Engana-se quem pensa que toda essa situação era clara em minha cabeça, pois por incrível que pareça eu me sentia no caminho certo, os resultados eram que não vinham. Sentia-me cumprindo o protocolo de bom pai, de bom filho, de bom profissional, de bom estudante e de bom amigo. Talvez até aqui você tenha se identificado com algo, certo?

Mas como cheguei ao ponto de procurar ajuda já que tudo, “aparentemente”, ia bem? Amigos, sintomas de stress e de depressão, mau humor, ausências afetivas e choros descontrolados faziam parte de minha rotina, mas eu os associava, quase sempre, como consequência de uma vida corrida. Tive a certeza de que precisava de ajuda profissional quando perdi a paixão pelo trabalho, quando deixei de estudar corretamente, quando meus comportamentos mudaram com as pessoas que eu mais amo, quando o amor próprio gritou dizendo que estava quase no fim e quando me senti muito, mas muito distante de Deus. Percebi, então, que sozinho não era possível.

A mudança… O renascimento…

Orei, pedi para que Deus me ajudasse a procurar o melhor tratamento, algo que pudesse responder minhas questões e que fosse capaz de orientar rumo ao meu objetivo.

Antes de detalhar essa mudança de vida extraordinária, exponho para vocês o meu objetivo de vida. Apesar de ter sido aprovado em alguns concursos policiais, meu sonho profissional é de pertencer à Polícia Federal, mais precisamente como Agente de Polícia Federal. Deste sonho surgiu este blog e deste blog surgiu e surge diariamente a vontade de lutar cada vez mais por isso.

Voltando… A mudança.

Decidi que sozinho não era possível vencer. Imagine você dentro de um poço seco, onde a única forma de sair de lá é alguém te jogando uma corda e puxando. Você grita, grita, grita, até que em algum momento alguém ouve e te ajuda. Pois é, aconteceu exatamente isso comigo, mas os meus gritos eram silenciosos, só Deus os ouvia e, como sempre, Ele não me desamparou.

Certa noite, de forma totalmente inesperada, o Coach e Agente da Polícia Federal Fernando Odnanref me chamou no whatsapp dizendo-me que estava gostando do meu trabalho no blog e que eu era merecedor de algumas sessões de coach. Sim, simples assim, sem pedidos e sem rodeios.

Tive a primeira sessão on-line, foram 90 minutos de sabedoria, de amor ao próximo e de aprendizado. Afirmo com todas as letras que após esse primeiro encontro um novo Jonas nasceu. Um Jonas ciente de que a felicidade é uma decisão e não um acaso. Um Jonas consciente de que tudo muda ao seu redor quando você está disposto a mudar. Um Jonas capitão do seu barco e chefe do leme de sua vida. Um Jonas convicto de suas competências e valores. Um Jonas ser-humano que também erra, mas com a diferença de aprender e com isso se arrepender. Um Jonas feliz de segunda a segunda, de férias ou trabalhando, no calor ou no frio, com problemas ou sem eles, enfim, feliz. Um Jonas que entendeu e agregou em sua vida que a felicidade não está no destino, mas sim na jornada.

Amigos e amigas, como disse acima, se eu não compartilhasse esses ganhos e ensinamentos com vocês nada disso faria sentido. Jamais se convençam que a vida é apenas o que te faz sobreviver. A vida é muito mais que sobrevivência; a vida é única e preciosa. Analise seus sonhos, trace um plano de ação, coloque metas e comece a batalhar, pois a vida só fará sentido quando você resolver mudá-la.

Quando tudo estiver ótimo, lembre-se dessa frase: é apenas o começo!

Por Jonas Leite

Conheça o Coach e Policial Federal Fernando Odnanref

 

Entre o sonho e a conquista existe a dedicação

demi

Final de semana chegando, todo mundo mandando aquele meme de “hj é dia da maldade” “hj é sexta”. Mas, pra muitos de nós concurseiros, é só mais um dia. Ao contrario da maioria, ao invés de relaxar, vamos continuar estudando, focados. Fizemos uma escolha e por priorizarmos ela, automaticamente abrimos mão de muita coisa. A jornada é longa para chegar onde queremos e sacrifícios precisam ser feitos. Muitos relatam o fim de relacionamentos, amizades e conflitos familiares por causa dessa escolha e isso não facilita a batalha.

Infelizmente vamos encontrar inúmeros obstáculos ao longo dessa trajetória. O que mais tem por aí são pessoas que não entendem essa vocação. Não vou dizer sonho, por que pra mim vai além disso. Não é algo que quero fazer, é algo que eu PRECISO fazer e escolhas assim nunca são fáceis, mas a gente tem que pensar no que faz sentido pra NOSSA vida. Eu sou a ÚNICA pessoa que vai passar a minha vida inteira comigo, o resto ou vai embora em algum momento, ou só vai estar perto em determinados momentos. Quem sabe onde o calo aperta, sou eu.

Não acredito que seja egoísmo saber o que você quer, de abrir mão uma coisa em prol de outra. Não é ser bitolado ou cego ter uma meta difícil de alcançar e focar nela. Só conhece a luta quem batalha. 

O jeito é seguir sabendo que pra quem entende, nenhuma explicação é necessária e para os demais, nenhuma explicação é possível.

Escolha com sabedoria as pessoas que vão estar ao seu lado nesse momento. Elas podem te puxar pra cima, ou te jogar pra baixo. Foco!! Estamos a uma aprovação de chegar onde queremos.

Por Mari

Aspirantes Federais na área. Recado para você, futuro policial federal!!!

foto-9

Fala pessoal, beleza? Aspirantes federais na área! Passando para dar uma animada nos amigos que reprovaram na prova do DPF 2014. E quem sou eu? Bem, eu sou Agente de Polícia Federal há 9 meses com 25 anos de idade! Reprovei em 2012, 2013 e 2014 foi o ano da conquista aos 24 anos! Vim a trabalho em Rondônia e especialmente para dá uma animada nos amigos da jornada. Deixo um pensamento em especial para quem estuda e dá o sangue para seguir essa tão prestigiada carreira:

Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente. Quem sobrevive é o mais disposto à mudança! ( Charles Darwin)

Então é isso, galera, estudem mais e mais, superem-se a cada dia e a preparação deve ser agressiva!

INSANE MODE: ON! A PF aguarda os senhores! O Brasil é nosso e é lindo! Valeu LDL Carreira Policial, os Aspirantes PF, passaram por aqui! Postado por APF Wellington Macedo.

O sucesso é esporte para poucos

Então você quer ter sucesso? Deixa eu te falar um pouco sobre sucesso. Sucesso tem a ver com constância, tem a ver com que você tem que fazer, mesmo não querendo fazer, mesmo que você tenha acordado com preguiça, mesmo que você tenha percebido que o mundo está contra você.

“Vai ser muito difícil, chegar lá vai ser muito difícil, sabe por quê? Porque sucesso é esporte para poucos…”

Sucesso tem a ver com constância, sucesso tem a ver com disciplina. Você quer ter sucesso? Mesmo? Então pare de ficar contando história em sua cabeça, acorde de manhã e faça tudo que tem que ser feito, simples assim!

Faça o que tem que ser feito, não espere que ninguém venha te motivar, não espere que o seu líder te motive, não espere que o mercado te motive, não espere que a sua esposa, seu marido te motive, NÃO espere, NÃO espere! Vá fazer!!!

Você quer sucesso? Quer mesmo sucesso? Deixa eu te contar algo sobre sucesso:

Vai ser muito difícil, chegar lá vai ser muito difícil, sabe por quê? Porque sucesso é esporte para poucos, poucas pessoas suportam ter que subir em uma montanha como o Everest: ar rarefeito, pouca alimentação, dificuldade o tempo todo, medo do desmoronamento, poucos chegam ao topo. Chegar ao topo é ter sucesso, chegar ao topo é parar de dar desculpas, chegar ao topo é ter uma vida em abundância, uma vida acima da média.

 Então você quer ter sucesso? Você quer ter sucesso, mas não quer se empenhar? Você quer ter sucesso, mas não quer abrir mão? Você sabia que os atletas olímpicos, medalhistas, abrem mão dos seus finais de semanas? E você está a fim de abrir mão do seu final de semana? Está a fim de abrir mão? Abrir mão do que é confortável pra você, abrir mão de dormir até mais tarde, abrir mão de passar mais tempo com a família, abrir mão de passar o tempo com seus amigos pra você chegar onde precisa chegar? Você tem certeza que você quer isso?

“Chegar ao topo é ter sucesso, chegar ao topo é parar de dar desculpas, chegar ao topo é ter uma vida em abundância, uma vida acima da média.”

O sucesso é esporte para poucos!!! Pensa nisso!

Pessoas que tem sucesso são reconhecidas pela sociedade, pessoas que tem sucesso ganha mais que as outras, pessoas que tem sucesso conseguem equilibrar a vida profissional e pessoal, por isso que é um esporte para poucos.

Ter sucesso é continuar mesmo quando seus músculos estão tremendo, é continuar mesmo quando você percebe que tudo está contra você. Ter sucesso é nadar contra a maré, enquanto todos os seus amigos, todas as pessoas da empresa, pensam em desistir e você avança. Cada persistência, cada movimento de motivação que você tem te deixa ainda mais forte. Quando percebe que vem uma onda alta, você nada mais forte e mais forte, dando simplesmente o seu máximo.

“Quer ter sucesso? Dê o seu máximo!”

Quer ter sucesso? Dê o seu máximo, não fique buscando receitas prontas em livros de motivação, não! Verifique quem já faz bem feito ao seu redor. Quem é a pessoa próxima a você que faz bem feito? Isso se chama modelagem. Modele as pessoas de sucesso. Modele quem faz bem feito. Faça igual os campeões fazem. Porque aí, você terá resultado de um campeão!

Quer ter sucesso? Dê o seu máximo!!!

Fonte: áudio whatsapp – Adaptado.

 Autor: desconhecido.

Conhece o autor? Reporte-nos.

Procrastinação: talvez seja este o seu problema!

Amigos, venho hoje falar sobre um mal que atinge quase todos do mundo, principalmente os aspirantes à concurseiro e até mesmo os já considerados concurseiros. Já ouviram falar no verbo procrastinar?? Pois bem, a grande maioria nunca, eu sei. Vamos, primeiramente, saber o que o dicionário diz:

“Adiar; deixar alguma coisa para depois: procrastinei o começo do trabalho; estava na Internet para procrastinar.
Transferir a realização de alguma coisa para um outro momento; prorrogar para outro dia: procrastinei a viagem para o ano que vem; não fazia nada e gostava de procrastinar”. (www.dicio.com.br).

Pois é, adiar, deixar pra depois, prorrogar…

A grande maioria das pessoas possuem, em seus pensamentos, projetos pessoais e profissionais bem trabalhados e definidos, muitos com detalhes, valores e esboços. Mas, a concretização, na maioria das vezes, nunca ocorre. Sabem por quê? Por causa da procrastinação, ou seja, o ato de protelar, deixar pra depois. A frase que resume esta palavra é: hoje não, amanhã eu faço!

Minhas palavras neste artigo são dedicadas àquelas pessoas que vibram e se arrepiam ao ver um vídeo policial; àquelas pessoas que sonham com o distintivo; àquelas pessoas que idealizam, um dia, em ver seus nomes na lista dos aprovados de um concurso policial; àquelas pessoas, enfim, que sempre desejaram, mas nunca tiveram o impulso necessário para começar.

Estudar para concurso é difícil, não pelo fato de estudar apenas, mas sim pelo o que é preciso abrir mão. A grande maioria desiste ou nem inicia pelo simples fato de não conseguir dispor do que uma correta preparação exige.

Não existe fórmula mágica ou palavras, o que existe é atitude, coragem, persistência e disciplina. É necessário deixar de lado o pessimismo e a falta de confiança e, de uma vez por todas, acreditar em si e estudar até passar.

Confie em seu potencial, crie objetivos e lute até alcançá-los. A vida é muito curta para adiarmos sonhos e projetos de vidas. Tenha medo apenas da frustração de viver uma vida sem atingir suas metas. Metas que dependem exclusivamente de seus esforços!

Por Jonas Leite

Aqui jazem fracos

Essa mensagem é pra você que tocou o sino e pediu pra sair.

Essa mensagem é pra você que deixou o sonho de lado e desistiu de estudar.

Essa mensagem é pra você que foi contaminado pelo pessimismo da política atual.

Essa mensagem é pra você, guerreiro e guerreira, que sempre sonhou, lutou e hoje desistiu de seguir adiante.

Veja este vídeo e decida: você é um fraco ou um vencedor?

Em qual degrau você está????

Saia da zona de conforto e tenha motivação para estudar para Concursos Públicos

Está estudando para concurso há muito tempo e não consegue a aprovação? Está cansado e com vontade de desistir? Que tal retomar o rumo do seu objetivo e sair da zona de conforto? É preciso avançar e manter a motivação até chegar aonde deseja.

Qual o seu foco? Olhe para dentro de si mesmo e veja em que precisa mudar. Porém, é preciso recomeçar. Quer a vaga? Então, estude e saia da sua zona de conforto.

Na zona de conforto, tudo é “fácil”, confortável e limitado. Você não precisa se esforçar, porque permanece parado e inerte. É isso que quer? Se for, não vale reclamar que não conseguiu alcançar o seu objetivo.

Que tal repensar a maneira que está agindo? Tenha coragem de sair da zona de conforto para alcançar o seu objetivo. Você precisa fazer isso, por você mesmo. Está desmotivado? Busque dentro de si a sua motivação: estabilidade, qualidade de vida, entre outros fatores pelos quais vale a pena estudar e lutar para conseguir alcançar o cargo almejado.
Cole uma frase motivacional na sua mesa ou faça um painel dos sonhos. Como? Pegue uma cartolina e coloque nela tudo que deseja por meio de figuras. Depois, cole em algum lugar visível, ou seja, perto da sua mesa de estudo. Desta forma, toda vez que estiver cansado vai visualizar o seu painel dos sonhos.
Além disso, acredite em você e na sua capacidade para sair da zona de conforto e ir à luta. Faça um novo planejamento se achar conveniente, reajuste todo o seu cronograma da maneira que achar necessário, mas se esforce para mudar e mude. O primeiro passo é começar e depois seguir adiante.
Está cansado? Retire um ou dois dias para descansar, recarregar as energias ou fazer uma viajem curta. Mas, depois recomece os estudos mais forte, determinado e feliz.

Que tal sair da sua zona de conforto?

Fonte: www.concursosatuais.com por Jonas Leite