Edital PRF aberto: controle sua ansiedade; revise; não tema a reprovação…

Satisfação nobres guerreiros e guerreiras, como vão?

Os nervos estão à mil, pois enfim o tão aguardado concurso já tem uma data para acontecer, acertei? A sensação de que não vai dar certo; que a prova irá lhe derrubar é constate, acertei novamente, né!? Pois bem, o edital da PRF já está na praça e o momento não é para amadorismo, portando, atentem-se para essas valiosas dicas que me ajudaram muito a ser aprovado em diversos concurso e que hoje repasso para meus alunos de mentoria.

Vamos lá…

-Diga não à Ansiedade

Lute contra isso… Sofrer por algo que ainda não aconteceu (… e vai saber se vai acontecer) só tem um efeito: Induzir você a deixar de fazer, hoje, o que precisa ser feito para que o objetivo seja alcançado. É reta final!!! Alimentar pensamentos negativos só fará com que seu cérebro aceite a derrota e procrastine. Foco total, todos estão no jogo e empatados. Evite pessoas negativas e pessimistas. Dica: quando este sentimento aparecer, pare o que estiver fazendo, fique sozinho(a), sente em um lugar confortável, feche o olhos, inspire calmamente, expire, pense em palavras positivas (vitória, alegria, sucesso); medite por 10 minutos, depois volte a estudar. Se te ajudar, faça isso diariamente e sentirás os benefícios. 

-Faça revisões

Não receio em dizer que ela é a chave para aprovação. Por muito tempo estudei errado e fui reprovado em diversos certames. Exatamente isso, é diante da dor que temos que escolher dentre duas opções: desistir ou vencer. Decidi que venceria e, para isso, passei a fazer uma análise crítica dos meus erros, tanto em provas passadas, quanto em resoluções de questões/simulados. Cheguei à conclusão que 90% dos assuntos (questões) que eu errava, de alguma forma, eu já havia estudado um dia, mas que no momento da prova eu não era capaz de resgatar com clareza os detalhes, pois eu não havia feito a manutenção daquele assunto em minha memória. Diante deste cenário precisei encontrar uma solução prática para o meu problema; que provavelmente seja o seu também. Criei um método ágil, onde ao final de cada assunto estudado as próximas seis revisões eram agendadas de acordo com um intervalo de dias pré-determinado. Desta forma, minha performance em simulados e em resoluções de questões cresceu e, enfim, as aprovações vieram. Erramos em acreditar que determinado assunto foi armazenado com riqueza de detalhes em nosso cérebro com o simples fato de estudá-lo uma ou duas vezes. Inicialmente temos a sensação de que aquele assunto “está no papo”, mas a realidade é que se não houver repetição, ou seja, um ciclo pré-determinado de revisões a informação irá para a memória temporária e será um “Deus nos acuda” no dia da prova. Sim, eu sei que é muito fácil falar; e a pergunta que deve está se fazendo agora é: como eu faço um ciclo de revisões pré-agendadas para tantos assuntos estudados? Amigo(a), é necessário ter ORGANIZAÇÃO e METODOLOGIA. Isso mesmo, é indispensável que haja um método que lhe permita, diariamente, revisar determinado assunto, e que este ciclo se repita de 6 a 15 vezes para todos eles. Se tiver dificuldades em se organizar e de aplicar alguma metodologia, não hesite em me mandar um e-mail, responderei com o maior prazer.

Simulados, raio x da preparação

Exatamente isso. Quer saber como anda a sua preparação? Faça simulados! Existem diversas empresas no mercado, mas poucas conseguem elaborar questões dentro das exigências que a banca cobraria, portanto, cuidado, é a sua aprovação que está em jogo. Não vá pelo preço, vá pela reputação e resultados que a empresa já conquistou. Não acredite que dois ou três simulados refletirão sua performance na prova real; é necessário um ciclo, pois além de diagnosticar o nível da sua preparação, as informações geradas por eles ditarão que estratégia adotar, a fim de preencher as lacunas responsáveis pelos erros. Novamente ressalto a importância da ORGANIZAÇÃO, pois, cada simulado resolvido gera informações importantíssimas; e que nada adianta tê-las se não souber organizá-las para posteriores consultas. Dica: desenvolva uma planilha e ali armazene seus resultados, por exemplo: evolução por matéria; evolução por simulados; acertos líquidos; erros; questões em branco etc. Dúvidas em fazer uma planilha? Caso deseje, mande-me um e-mail que eu posso te ajudar.

A escada do sucesso

Cada reprovação, cada erro, cada queda nos ensina algo. A regra dos concursos públicos é SER REPROVADO, falo isso, pois a prova é feita para nos derrubar: cada questão é elaborada a fim de extrair o máximo de conhecimento e somente os mais preparados serão, naquele certame, aprovados. Ser reprovado em um concurso significa APRENDER, ou seja, subir um degrau na escada do sucesso. Continuar a luta é essencial, mas, enquanto a prova não acontecer você está no páreo, porém, leve sempre consigo o seguinte lema: ATÉ CONSEGUIR, CUSTE O QUE CUSTAR.

Por Jonas Leite – e-mail: jonasleiteneves@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s