PC DE RONDÔNIA PEDE SOCORRO!!!

A Polícia Civil de Rondônia realizou seu último concurso em 2014 para os cargos de Agente, Datiloscopista, Técnico de Laboratório, Delegado e Peritos, com provas aplicadas pela FUNCAB. Além das exigências para melhores condições de trabalho a notícia deixa claro que o efetivo atual está sobrecarregado.


Na última quarta-feira , 11/05, os Policiais Civis de todo o Estado se dirigiram até a capital, Porto Velho, para uma assembléia geral convocada pelo SINSEPOL (Sindicato dos Servidores Policiais civis de Rondônia). Saíram caravanas de Rolim de Moura, Costa Marques, Vilhena, Cacoal, Ji-Paraná, Ariquemes, Guajará Mirim, dentre outras. Cerca de 500 policiais estiveram presentes, uma vez que naquela data aconteceria uma reunião entre a Mesa de Negociação do Governo do Estado e o SINSEPOL pra tratar do PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios) da categoria. Essa reunião estava pré-agendada e seria a última de uma série de reuniões que estão acontecendo há cerca de três anos. O Sindicato alega que o governador não queria sequer atender a categoria e não apresentou nenhuma proposta de PCCS a até o momento, apesar de o próprio Confúcio Moura, em campanha, ter se comprometido em atender essa demanda.

Conforme apuramos junto ao Sinsepol, a Policia Civil de Rondônia está em desvantagem quanto a outras carreiras policiais e quanto a outros estados da União. Em Rondônia a Polícia Civil não tem uma carreira estabelecida e o policial que trabalha 25 ou 30 anos não é elevado de nível como acontece em outras Polícias do país. Esse plano reivindicado pelos policiais tem o objetivo de corrigir essa falha e diminuir a evasão resultante da desvalorização.

“Há dez anos tínhamos cerca de 5 roubos durante o ano inteiro no interior do estado, e hoje temos três ou mais roubos por dia, e o efetivo é o mesmo ou até menor. Infelizmente o efetivo não consegue atender a demanda da população e apresentar um serviço de qualidade ao cidadão que paga os seus impostos”, afirma o policial Elienay Velten.

Ele garante que, apesar de toda essa situação crítica em que um policial acaba tendo que fazer o serviço de 3 ou 4 policiais, a Polícia Civil presta excelentes serviço à sociedade, trabalha além de seu horário sem receber horas extras (porque o serviço extra da Polícia Civil não é regulamentado) e mesmo assim os policiais civis cumprem com a sua missão com responsabilidade.

Governador é cobrado em seminário do qual participou em Vilhena
Durante a semana, os policiais civis também se mobilizaram no interior do Estado e ao saberem que o governador estaria em um evento na AVEC em Vilhena, participando de um seminário, foram até o local com faixas e cartazes para cobrar o cumprimento do acordo do PCCS. Os policiais também se encontraram com os deputados estaduais em diversos municípios do interior de Rondônia cobrando deles apoio às suas reivindicações.

Fonte: http://www.oliberalro.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s